Pão Naan


Naan

Alouuuuuu! Gente, desculpa a euforia! É que hoje nem era dia de post, mas com uns pequenos ajustes a minha receita de naan ficou tão boa que eu quero dividir logo com vocês! Não basta conseguir um bom resultado, tem que contar logo para alguém e torcer para que todo mundo faça! E que dê certo! Mas vai dar, pois aqui super deu! ˆ_ˆ Eu comecei com uma receita que levava fermento biológico seco, fermento químico e bicabornato. Não me entendam mal, eu amo um slow cooking, esperar a massa crescer, o cheirinho de pão etc… mas eu queria algo que ficasse pronto rapidamente e não complicasse muito o processo na cozinha. Algo que eu pudesse fazer enquanto o resto do jantar/almoço estivesse cozinhando. Aí já sabe, dá-lhe teste!

Naan Naan Naan

O jeito foi tirar o fermento biológico da jogada (e o bicarbonato), assim não precisa esperar a massa crescer nem nada… um certo descanso até que é bom, para relaxar o glúten. Mas 15-30 mins já é o suficiente, nesse meio tempo costumo preparar a frigideira e os temperos. Também estava meio de saco cheio, pois a receita pedia para usar leite e iogurte grego. Para simplificar, mudei um pouquinho as proporções para usar apenas iogurte natural (que é o que normalmente tenho em casa). Um pouquinho mais de farinha aqui, menos ali e voilà! Tenho o melhor acompanhamento para meus curries e ensopados metidos a indianos. Ou um pãozinho fresquinho para comer com pastinha. Ou puro. Como estou fazendo agora.

NaanNaan

Esse pão fica molinho e macio! Perfeito para comer com qualquer tipo de ensopado. Usar seus pedacinhos rasgados com a mão para recolher o molho no fundo do prato é essencial. Outro boa opção é usa-los para sanduíches tipo wrap. Você pode tentar com essa salada de galinha aqui – almoço perfeito para levar para o trabalho. Dependendo do uso, os temperos variam. Abaixo eu ensino com sementes de cominho, salsinha e um pouquinho de sal marinho. Desse jeito eu como até puro. Mas você pode usar alho, coentro, páprica, ou apenas manteiga. Não tem muita regra. Só lembre-se de guarda-los sob um pano limpo conforme ficarem prontos, para manter o calor e deixá-los bem macios. 🙂

Naan Naan

E agora um clip rápido para vocês entenderem do que estou falando <3:


PÃO NAAN
(Rende 4 pães)

Ingredientes

1 xícara de farinha de trigo
1/4 de colher de chá de sal
1/4 de colher de chá de açúcar
1/2 colher de chá de fermento químico em pó
1/4 de xícara e 3 colheres de sopa de iogurte natural integral
25g de manteiga (e um pouco mais para finalizar)
2 colheres de chá de sementes de cominho
1 punhado de salsinha
Sal marinho

Instruções

Em uma tigela grande, misturar farinha, sal, açúcar e fermento. Em uma panelinha colocar o iogurte e 25g de manteiga, esquentar sobre fogo bem baixo, sempre mexendo, até a manteiga derreter. Deixar esfriar um pouco. Colocar a mistura de iogurte e manteiga na tigela com farinha e misturar com uma colher até incorporar. Transferir a massa para uma superfície enfarinhada. Polvilhar um pouco de farinha sobre a massa e sovar por 1 minutinho, para formar uma bolinha lisa. Cobrir com um pano de prato limpo e deixar descansar por 15-30 mins.

Enquanto isso, preparar os outros ingredientes – separar as sementes de cominho, o sal, e derreter mais um pouquinho de manteiga sobre fogo baixo, reservar. Após o descanso, dividir a massa em quatro. Abrir a primeira parte sobre superfície enfarinhada até que fique bem fina, virando-a a cada passada de rolo. Salpicar algumas sementes de cominho por cima e passar o rolo mais uma vez para que grudem. Pre-aquecer uma frigideira anti-aderente sobre fogo médio-alto e, se precisar, pincelar um pouquinho de manteiga para que não grude (se não tiver pincel, use um guardanapo, mas passe bem pouco). Colocar o primeiro disco na frigideira, com o lado com sementes de cominho para cima. Cozinhar por 2 mins ou até que bolhas tenham se formado e o lado de baixo esteja dourado. Pincelar um pouco de manteiga na parte de cima e virar. Cozinhar por mais 1 min, sempre de olho para não queimar. Transferir para um prato e cobrir com um pano limpo.

Abrir o próximo disco e repetir o processo até que a massa acabe. Se achar que a frigideira esta ficando muito quente, desligar o fogo um pouco, enquanto abre o próximo disco. Com a prática, você vai ver que vai ser tudo bem rapidinho. Quando estiver com os 4 discos já prontos, salpique a salsinha bem picadinha e um pouco de sal marinho sobre eles.

Comer!

Comentários

  1. diz

    Nousssa, Carol! Que tudo! essa receita e a do curry…
    Acabei de linkar essa receita de naam, no post de comida indiana que fiz outro dia!
    Lindas fotos! desse post e do curry!

    beijos
    😉

  2. FoodGeekGraze diz

    don’t you just love how removing the yeast did not mess anything up? and that video of you tearing it up… major drool inducer. you make me curious and hungry and happy.

  3. diz

    Carol, que paozinho delicioso!!! Parabéns!!!
    Estou amando as receitinhas do seu blog, já salvei um monte!
    Fiz para acompanhar uma sopa de capelleti e meu marido simplesmente amou!!!

    • Carolina diz

      Que bom que você gostou, Janaína! Sabe que é o preferido do meu marido? E eu também amo, pois é muito fácil!!!! <3

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *