Pão de Mel


Pão de Mel - A Mesa da Carolina
Gente, hoje vou dividir a receita de uma das coisas que eu mais amava comer quando pequena – pão de mel! E não é aquele pão de mel com massa macia de chocolate e recheio de doce de leite, não. É o verdadeiro pão de mel (pelo menos para mim). Um meio termo entre biscoito e bolinho, não muito doce, cheio de especiarias, e coberto por uma camada de chocolate. <3 Eu comia isso até dormindo… Deixava uma caixa do lado da cama, e acordava de tempos em tempos para dragar unzinho. Mesmo aterrorizada com as histórias que minha vózinha contava sobre baratas que comiam a boca das crianças que não escovavam o dente, eu fazia.

Pão de Mel - A Mesa da Carolina

Usei duas coberturas, de chocolate e um glacê básico de açúcar. Isso porque quando estava pesquisando para a receita, descobri que esse tipo de pão de mel tem origem alemã, e lá eles servem com glacê. É bem simples de fazer, não precisa de batedeira, e suja pouca coisa. Exige um pouco de planejamento pois a massa deve descansar de um dia para o outro na geladeira. Mas é isso. O que é até bom, pois se não quiser assar tudo de uma vez, é só deixar na geladeira e ir enrolando aos poucos. Agora, como o natal está chegando, e especiarias tem tudo a ver com essa data, eu recomendo dobrar a receita e sair distribuindo doçura por aí! <3


PÃO DE MEL
(Rende 12 pãezinhos)

Ingredientes

Para o bolinho/biscoito:
1/4 de xícara de mel
4 colheres de sopa de açúcar mascavo (dividido)
2 colheres de chá de cacau em pó (100%)
1/2 colher de chá de gengibre em pó
1/2 colher de chá de canela
1 anis estrelado
4-5 cravos
6 sementes de cardamomo
25g de manteiga sem sal
2 colheres de sopa de expresso bem forte
2 colheres de sopa de leite
1 ovo pequeno
1 pitada de sal
1 xícara de farinha de trigo
1/4 de colher de chá de fermento
1/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio

Para a cobertura:
150g de chocolate amargo (>60%)
6 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
3 colheres de chá de água

Instruções

Em uma panela juntar o mel, as especiarias (dê uma amassada de leve nas sementes de cardamomo), 3 colheres de sopa de açúcar, 2 colheres de chá de cacau em pó, e a manteiga. Levar ao fogo médio, mexendo com uma colher de pau. Quando ferver, desligar o fogo, adicionar o café, tampar e deixar esfriar até atingir a temperatura ambiente.

Quando esfriar, descartar as sementes de cardamomo, os cravos e o anis. Colocar o leite e misturar bem. Quebrar um ovo pequeno em uma tigela, juntar a última colher de sopa de açúcar e uma pitadinha de sal. Bater com um fuê por 1-2 minutinhos. Juntar o ovo à mistura de mel e leite. Misturar bem, usando o mesmo fuê. Peneirar a farinha com o fermento e o bicarbonato. Juntar os secos aos molhados e misturar tudo com uma espátula até obter uma massa homogênea. Cobrir com plástico filme e reservar na geladeira por no mínimo 4 hr (o ideal é de um dia para o outro).

Após o descanso, pré-aquecer o forno a 190 graus C. Usar uma colher para tirar a massa gelada e as mãos para fazer uma bolinha sem compactar muito a massa (umidecer as mãos caso esteja grudando muito). Alternativamente, você pode usar uma colher medidora para biscoitos, parece uma colher para sorvete. As bolinhas devem ser um pouco menores que uma bola de ping pong. Colocar em uma tabuleiro forrado com papel manteiga e levar ao forno por 14-17 mins, virando o tabuleiro após 10 mins. Pressione levemente o topo do bolinho, se afundar um pouquinho e voltar, está pronto. Ou faça o teste do palito. Retirar e deixar esfriar.

Para a cobertura, derreter o chocolate em banho maria e misturar em um potinho o açúcar com a água. Aqui você pode colocar os bolinhos já frios sobre uma grade e derramar colheradas de chocolate ou glacê sobre eles, ou banhar completamente o bolinho dentro do chocolate derretido, retirando-o com um garfo e transferindo para a grade em seguida. Eu costumo fazer uma mistura, alguns com glacê, outros com chocolate só por cima, outros completamente cobertos. Resfriar na geladeira por 1-2 hr para que a cobertura firme e depois transferir para um recepiente hermeticamente fechado.

Comer!

Comentários

  1. FoodGeekGraze diz

    the holidays are over and i ate enough gingerbread to fill a house. does this matter? noooooo. i am going to make these tomorrow!!! team gingerbread any time all the time. now is the moment when i ask you about what you were speaking of at the top of your write-up… soft gingerbread with dulce de leche and chocolate?!?!?! is there a name for this jewel? i neeeeed to know.

    • Carolina diz

      We call this “pão de mel”! It is pretty popular in Brazil, thou. The type I made here is the simple version, the one I used to have as a kid… but there is also a version filled with dulce de leche and covered in chocolate. Really delicious and indulgent.

      • FoodGeekGraze diz

        ohhhh, i see. ok. i misunderstood and was so excited about cooking and eating that i did walk as carefully as i usually do when grabbing a recipe with a name or ingredients i do not know of… when i read the “german” origin line, i automatically thought, yeah… like the german honey cake which is in a similar playgroup as that of gingerbread. you see what you do to me? i actually had those thoughts, but had forgotten about it by the time i finished reading because as all of us that have an adoration of food know, the tummy screams louder than the brain. carolina, i have already made two batches of these. the dulce de leche version is on my 2do now. obrigada!!!!!!!!!!!! xoxoxoxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *