Panquecas de Abobrinha


 Panqueca de Abobrinha - A Mesa da Carolina

Essa semana comprei um tripé novo. Impressionante como a mudança de um acessório afeta minha habilidade fotográfica. Toda a minha energia é voltada para lidar com o equipamento novo e eu acabo deixando de lado outras coisas que já deveriam fluir automaticamente. Resultado – não fiquei nem um pouco satisfeita com essas fotos e por pouco esse post não vai ao ar. Mas como a panqueca foi um sucesso por aqui, resolvi colocar assim mesmo. Afinal, a vida de ninguém é perfeita fora da tela, e esse blog também não precisa ser.

As panquecas são feitas com abobrinha, alho e pimenta dedo de moça, e eu gosto de rechea-las com qualquer folha que tenha na geladeira. Dessa vez endívias, brotos e radicchio, mas sinceramente, há algo mais amargo que radicchio? Deve ser uma coisa de ame ou odeie, né? Ainda não decidi de que lado estou. Enfim, escolha suas armas, recheie, dobre e mergulhe a panqueca nesse molho maravilhoso! Almocinho leve ready to go (p.s.: ele viaja bem, apenas leve o molho em um potinho separado).

Panqueca de Abobrinha - A Mesa da Carolina


PANQUECA DE ABOBRINHA
(Rende 3 panquecas)

Ingredientes

Para o molho:

1 colher de chá de gergelim
4 colheres de sopa de shoyo
2 colheres de sopa de vinagre de arroz
1 colher de sopa de mirin (ou saquê)
1 colher de sopa de mel
1 colher de chá de óleo de gergelim torrado
1 dente de alho bem picadinho
1 pimenta dedo de moça bem picadinha
1-2cm de gengibre ralado

Para as panquecas:

500g de abobrinha
1 xícara de “líquido de abobrinha” mais leite
2 ovos
1 colher de sopa de shoyo
1 colher de chá de óleo de gergelim
3/4 de xícara de farinha de trigo
2 dentes de alho bem picadinhos
1 pimenta dedo de moça bem picadinha
Sal marinho e pimenta do reino branca

Para servir:

Uma seleção de folhas e brotos

Instruções

Começar pelo molho. Em uma frigideira seca, tostar o gergelim por 1-2 mins até que fiquem dourados e cheirosos. Transferir para uma vasilha pequena com o restante dos ingredientes. Mexer bem e reservar.

Para as panquecas, ralar a abobrinha na parte grossa do ralador, colocar sobre um pano de prato limpo, levantar as pontas do pano, segurando-as com as mãos. Apertar o pano sobre uma tigela para retirar o máximo de líquido possível, reservando tudo o que escorrer. Medir 1 xícara completando com leite, se necessário.

Transferir o líquido medido para uma tigela, juntar ovos, shoyo, e óleo de gergelim, e bater com um fuê até que fique bem homogêneo. Juntar a farinha de trigo aos poucos, misturando com o fuê. Quando a massa estiver mais lisa, juntar os outros ingredientes e pimenta do reino branca a gosto. Se quiser, usar um pouquinho de sal, mas cuidado, pois o shoyo já é salgado (eu não uso sal).

Esquentar uma frigideira anti-aderente sobre fogo médio baixo. Com um papel toalha, untar a frigideira com um pouquinho de azeite. Colocar 1/2 xícara da massa na frigideira, espalhando com a espátula sobre todo o fundo da panela, para que fique fina (se sua frigideira for pequena, use menos massa). Deixar cozinhar até que a parte de cima fique mais sequinha, com a ajuda de uma espátula virar a panqueca e cozinhar o outro lado por mais 1 min ou até que fique com uma cor dourada. Repetir esse processo com o resto da massa.

Colocar as folhas escolhidas sobre metade de um disco de panqueca, dobrar esse disco ao meio, e depois ao meio de novo (ou deixar que cada um monte sua própria panqueca). Servir o molho em tigelas rasas para que cada pessoa possa mergulhar sua panqueca antes de cada mordida.

Comer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *